PBCIB 2020 Network Artigo em Periódico

Comunicações científicas sobre business process management: uma análise estatística…

Com o objetivo de conhecer a produção científica acerca do tema Business Process Management, durante o período de novembro de 2019 a agosto de 2020, realizou-se uma coleta de dados nas bases de conhecimento Google Acadêmico, Base de Dados Referenciais de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação e Scielo, buscando por artigos em língua portuguesa publicados em periódicos científicos ou em anais de congresso científico.

A busca resultou em 98 comunicações científicas, das quais 56 foram descartadas, pois trata-se de outros tipos de obras, além do descarte de artigos recuperados em língua estrangeira. Desta forma, 42 publicações científicas foram analisadas. Como resultado, observou-se um maior número de publicações sobre Business Process Management durante o ano de 2014. Contudo, há uma tendência de crescimento de publicações acerca do Business Process Management.

Entre as palavras-chave frequentemente utilizadas destaca-se Business Process Management e Business Process Management System. Em relação a autoria dos artigos analisados, a autora Elisângela Cristina Aganette da Universidade Federal de Minas Gerais destaca-se entre os 10 autores que mais publicam artigos sobre Business Process Management. Destaca-se a Universidade de São Paulo como a instituição com maior vinculação de autores

Em relação aos referenciais teóricos para a sustentação das pesquisas, Davenport é o autor mais citado com 36 citações em artigos. Além disso, o trio formado por Davenport, Hammer e Champy são os principais autores que possuem obras de referência que servem de subsídio para as pesquisas brasileiras acerca da temática Business Process Management.

Autores

  • Nadynne Cristinne da Silva Gonçalves
  • Camila Cristina Vieira Serrão
  • Fernando de Assis Rodrigues

Texto completo

Apresentação

Elaboração de Projetos de Pesquisa e TCC: algumas dicas

No dia 30 de abril de 2020, gravei uma Live no Facebook sobre elaboração de projetos de pequisa e TCC, a pedido da Biblioteca Central da Universidade Federal do Pará (UFPA).

A gente já recebeu muitos comentários, muita gente quer participar, dizendo que poderia ser uma iniciativa para continuarmos. É algo que podemos também levar em consideração quando voltarmos às atividades, tentar fazer eventos assim, para expandir um pouco e aproveitar esse aspecto tecnológico.

Fonte: Diego Barros – Biblioteca Centra da UFPA

Saiba mais em: https://portal.ufpa.br/index.php/ultimas-noticias2/11535-biblioteca-central-promove-live-sobre-elaboracao-de-projetos-de-pesquisa

Biblioteca Central da Universidade Federal do Pará Artigo em Periódico

A Agenda 2030 e o conteúdo informacional mediado por…

As Tecnologias de Informação e Comunicação possibilitaram novas formas para o processo de mediação da informação no âmbito das bibliotecas universitárias, disponibilizando ferramentas, como os Serviços de Redes Sociais Online, que proporciona maior interação com o usuário.

Os Serviços de Redes Sociais Online estão sendo aplicados por diversos setores da sociedade e apresentam baixo custo de investimento financeiro para um grande alcance perante a sociedade.

Neste contexto, esta pesquisa tem como objetivo analisar o conteúdo informacional que está sendo mediado por meio dos perfis da Biblioteca Central Dr. Clodoaldo Beckmann nos Serviços de Redes Sociais Online, mais especificamente o perfil institucional da Biblioteca no Facebook, com o intuito de compreender o seu papel no desenvolvimento social e sustentável da Região Amazônica, com enfoque na relação com a Agenda 2030.

Pesquisas demonstram apesar dos avanços, os Indicadores de Desenvolvimento Humano (IDH) na Amazônia ainda são inferiores às médias nacionais. Em 2016, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento realizou uma lista classificatória (ranking) de Índices de Desenvolvimento Humano Médio (IDHM) dos municípios brasileiros, onde constatou-se que o município de Melgaço, Estado do Pará, apresenta o menor índice da Amazônia Brasileira.

Desta forma, a pesquisa verifica se os dados coletados por meio das postagens do perfil da biblioteca no Facebook estão de acordo com o que preconiza as diretrizes estipuladas pela IFLA, na qual denomina que as bibliotecas são agentes promotores do desenvolvimento social e sustentável, por possibilitarem o acesso público à informação.

De acordo com os procedimentos metodológicos, esta pesquisa está classificada como estudo de caso, utilizando como técnica a observação sistemática. O instrumento utilizado foi um formulário baseado em estudos prévios e as diretrizes propostas pela IFLA, onde os dados foram categorizados quanto ao tipo de conteúdo e as características da mensagem.

A amostra foi delimitada as postagens realizadas no período dos meses de março a setembro do ano de 2019. Conclui que a Biblioteca Central Dr. Clodoaldo Beckmann ainda prioriza mediar informações quanto a divulgação de seus produtos e serviços. No entanto, percebe-se uma preocupação desta em mediar informações que possam contribuir para o bem-estar e saúde e também, para a elevação do nível de aprendizagem dos estudantes, sendo este tipo de conteúdo classificado como informações gerais, mediado através do quadro Dicas da Semana, que divulga informações quanto ao incentivo à leitura, gerenciamento do tempo de estudo, preservação do acervo, acessibilidade e técnicas de memorização. Por ser uma das maiores bibliotecas universitárias da Região Norte do Brasil, outro fator utilizado para ampliar o acesso a informação para o desenvolvimento humano e social da Região Amazônica são as postagens do tipo Campanha, que são realizadas em parceria com instituições tais como: a Comunidade Cruzeirinho do baixo Acará, o Hospital Universitário João de Barros Barreto, a Superintendência do Sistema Prisional do Estado do Pará, a Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia do Pará. Contribuindo para o alcance dos objetivos da Agenda 2030 que visa garantir que todos os seres humanos possam desenvolver o seu potencial quanto a dignidade e igualdade, em um ambiente saudável e acessível a todos.

Autores

Texto completo disponível em

  1. Complexitas
  2. ResearchGate
  3. Academia.edu