A hand writing some text on a document with a integrated circuit behind

A Arquivologia Pós-Custodial e o Paradigma da Internet das…

O objetivo do projeto de pesquisa é formar um arcabouço teórico, de cunho experimental, sobre conceitos relacionados ao desenvolvimento de competências em Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) voltadas ao paradigma da Internet das Coisas (IoT) que podem ser apropriadas no fazer arquivístico, especialmente nos temas de integração entre o controle ambiental de espaços do arquivo, a gestão de documentos e a elaboração de instrumentos de pesquisa.

Em um segundo momento, os conceitos serão aplicados por meio de Pesquisa-ação na comunidade arquivística, em especial na exposição teórico-prática das competências e conceitos identificados para a comunidade científica, como o apoio de aulas, debates e atividades, com enfoque especial aos discentes do curso de graduação em Arquivologia da Universidade Federal do Pará – UFPA.

Como grupo de controle, se pretende utilizar as audiências presentes em congressos e eventos a serem realizados na universidade, nos anos de decorrimento da pesquisa.

Participantes

Logotipo do CoDAF

CoDAF – Competências Digitais para Agricultura Familiar

O acesso a informação de forma igualitária é fator chave de sucesso para construção de um comércio mais justo e transparente. As comunidades rurais apresentam fatores diferenciados no que diz respeito ao acesso ao principal meio de comunicação e interação de hoje, a Internet.

O projeto Competências Digitais para Agricultura Familiar (CoDAF) busca apresentar alternativas para fatores como a distância e a falta de acesso facilitado a cursos e a devida preparação para que produtores ligados a pequenas propriedades rurais tenham condições de igualdade na apresentação de seus produtos e no acesso a informações sobre seu setor e sobre o mercado em geral.

Além de apresentar seus produtos, poderão ainda dar publicidade a boas práticas no que diz respeito a responsabilidade socioambiental aplicadas em suas propriedades, valorizando estas ações e permitindo que o consumidor possa escolher de forma consciente e transparente.

Produções científicas disponíveis

Health Logo

Mapeamento de tecnologias informacionais sobre dados abertos em saúde…

A saúde pública brasileira é um tema que está em evidência nos meios de comunicação, e a sua discussão sobre a qualidade dos serviços de saúde pública prestados aos cidadãos abarca diversos atores sociais, e levanta questionamentos tais como o destino da aplicação dos repasses de recursos financeiros oriundos do Governo Federal.

A construção de mecanismos, via Tecnologias de Informação e Comunicação, que permitam a esses atores relacionar recursos financeiros governamentais com o seus respectivos destinos, leva a ampliação do acompanhamento público sobre as ações do Estado neste setor e aumenta tanto as possibilidades de participação do cidadão nos mecanismos de controle sobre o Estado quanto o acompanhamento das atividades e processos da administração pública.

Nesse cenário, também é importante garantir que o acesso a essas informações seja aberto a qualquer público e que os dados sobre este tema atendam os princípios de dado aberto, o que garante a construção, externa a administração pública e seus sítios oficiais, de gráficos e visualizações e o cruzamento destes dados com outras fontes de informação.

O objetivo geral desta pesquisa é identificar, em sítios oficiais do Governo Federal, recursos tecnológicos existentes com a finalidade de tornar acessíveis os dados governamentais sobre o encaminhamento dos repasses financeiros destinados a área da saúde pública e a apresentação de protótipo como elemento de referência para construção de recursos tecnológicos que permitam a localização de fontes de dados sobre destino de recursos financeiros destinados à saúde pública.

A metodologia adotada é a análise exploratória de quatro sítios oficiais, encontrados através de pesquisas em mecanismo de busca, do Governo Federal: a Secretaria do Tesouro Nacional (Ministério da Fazenda), o Fundo Nacional da Saúde (Ministério da Saúde), o Portal da Transparência do Governo Federal (Controladoria-Geral da União) e o Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (Ministério da Saúde).

Em cada sítio, foi identificado recursos informacionais, contendo um conjunto de consultas que possuem relação com o tema deste estudo e suas características como opções de pesquisa, filtros, tecnologias envolvidas no processo de recuperação de dados, período disponível para consulta, atualidade dos dados e esferas envolvidas.

Para cada consulta realizou-se um levantamento dos conjuntos de dados recuperados, apontando características de cada atributo como a descrição, tipo de dado e tipo de conteúdo. Com isto, cada consulta pode ser relacionada aos oito princípios de dado aberto, apontando quais princípios foram ou não atendidos.

Os resultados são as condições de acesso de cada recurso informacional; os conhecimentos prévios necessários para a aquisição de dados; a síntese do atendimento dos sítios, dos recursos informacionais e das consultas aos princípios de dado aberto; o panorama de ligação entre as consultas e a destinação dos recursos financeiros e; a proposta de um protótipo.

Produções científicas disponíveis

Social Network Logo

Fundamentos teóricos para coleta de dados de redes sociais…

O desenvolvimento de redes de inter-relacionamento entre indivíduos não é recente e associado às Tecnologias de Informação e Comunicação surgiram serviços on-line voltados ao inter-relacionamento entre seus participantes: as redes sociais on-line.

Estes ambientes suscitam preocupações na forma que dados são compartilhados como, por exemplo, a partir do processo de coleta de dados por agentes externos, que estão armazenados nas instituições proprietárias dos serviços.

Entretanto, o acompanhamento sobre o processo de coleta de dados disponíveis nos serviços das redes sociais on-line é complexo, pois as informações sobre quais atividades de coleta de dados serão realizadas estão descritas em documentos com linguagem jurídica (Temos de Uso) e as regras e as tecnologias do processo de coleta de dados são explicitadas em documentos de cunho técnico-operacional, voltado ao desenvolvimento de aplicativos.

O projeto de pesquisa tem como objetivo a delimitação de fundamentos teóricos e conceitos relacionados ao processo de coleta de dados de redes sociais on-line, a partir da explicitação das características da coleta de dados via interfaces de programação de aplicativos, e da identificação de aspectos sobre as regras, os protocolos e as tecnologias envolvidas no processo de coleta de dados identificadas no conteúdo de documentos técnico-operacionais e nos Termos de Uso.

A metodologia a ser adotada ancora-se em uma intersecção teórico-exploratória, de caráter qualitativo, e será realizada uma investigação por meio de (a) pesquisa exploratória, a partir da identificação das características técnicas e operacionais das interfaces de coleta de dados, e (b) pesquisa bibliográfica, com análise de conteúdo dos documentos técnico-operacionais e dos Termos de Uso para vinculação de conceitos da literatura científica já existente.

Adota-se uma divisão sistematizada do processo de coleta em três ciclos interligados (Sistematização da Coleta, Modelagem Direta e Modelagem de Segunda Ordem), contendo 3 fases cada: coleta, armazenamento e recuperação.

Os resultados foram estruturados em dois eixos de análise: (a) de contextualização do processo de coleta de dados, a partir dos resultados da pesquisa exploratória, explicitando as características do processo de coleta de dados de cada rede social on-line (em cada ciclo) e (b) de formação de referencial teórico, relacionando as características identificadas em cada fase do eixo de contextualização aos conceitos já estabelecidos em literatura científica, selecionados a partir da análise e dos resultados da pesquisa bibliográfica.

Como o processo de coleta de dados têm forte caráter e necessidade de cooperação interdisciplinar, isto refletirá no aporte de conceitos originários de diferentes áreas do conhecimento para a formação de um referencial próprio a Ciência da Informação, bem como na formação de um discurso crítico sobre a necessidade participação interdisciplinar em processos de coleta de dados, principalmente derivada da necessidade de conhecimentos prévios de teorias, de ferramentas e de técnicas de diferentes áreas do conhecimento.

Espera-se que a contextualização dos fundamentos teóricos relacionados ao processo de coleta de dados de redes sociais on-line seja subsídio suscitar a reflexão a novas investigações que envolverão não só estudos sobre o processo em si, mas também uma orientação de base sobre conceitos vinculados a realização da coleta de dados em serviços on-line.

Produções científicas disponíveis