Restrições tecnológicas e de acesso a dados disponíveis sobre destinos de repasses financeiros federais para a Saúde Pública em ambientes informacionais digitais

A criação e o uso de ambientes democráticos permite a sociedade participar, ainda que indiretamente, nas discussões sobre serviços prestados pelo Estado. Nos últimos anos, a discussão da qualidade dos serviços públicos em saúde ganhou ênfase pelos meios de comunicação. Em 2011, o acesso a dados governamentais tornou-se obrigatório com a sanção da “Lei de Acesso à Informação”.

As Tecnologias de Informação e Comunicação de uso externo à gestão pública, seguindo os princípios de dado aberto, podem promover uma condição de interação entre o Estado e sociedade, na ampliação da transparência das ações do Estado e da cidadania, auxiliando na melhoria significativa da qualidade dos serviços, ao possibilitar aos cidadãos o uso dos conjuntos de dados em construções de gráficos e visualizações externas aos sítios oficiais governamentais, bem como o cruzamento dos dados com outros conjuntos.

Entretanto, sítios oficiais do Governo Federal, que contém recursos informacionais com conjunto de dados sobre destinos de repasses de recursos financeiros para a saúde pública, possuem interfaces heterogêneas, restrições de acesso e restrições tecnológicas, formando uma barreira para o cidadão na recuperação dos dados.

O objetivo deste trabalho é apresentar, sob o olhar da Ciência da Informação, aspectos ligados às restrições de acesso e restrições tecnológicas, encontrados na análise exploratória dos oito recursos informacionais que contém dados sobre destinos de repasses de recursos financeiros para a saúde, já disponíveis em quatro sítios oficiais do Governo Federal.

A conclusão apresenta pontos de atenção a partir dessa análise dos recursos informacionais, em atendimento a “Lei de Acesso à Informação” e aos princípios de dado aberto.

Palavras-chave: Tecnologias de Informação e Comunicação. Ambientes Informacionais Digitais. Princípios de Dado Aberto. Saúde Pública.

Autores

  1. Fernando de Assis Rodrigues
  2. Ricardo César Gonçalves Sant’Ana

Texto completo disponível em

  1. XIII Encontro Nacional de Pesquisa em Ciência da Informação
  2. Research Gate
  3. Academia.edu

Apresentação em slides

Dr. Fernando de Assis Rodrigues é pesquisador na Universidade Estadual Paulista, Brasil.

Leave a Reply