Análise de domínio da produção científica sobre Coleta de Dados no contexto do Institute of Electrical And Electronics Engineers

Este estudo teve como objetivo identificar pesquisas que versam sobre a temática de coleta de dados. Para tanto foi utilizada análise de domínio em publicações científicas, com a aplicação de uma análise de citações e cocitações.
A identificação dos representantes da temática de coleta de dados e a interlocução existente entre eles foi obtida a partir do processamento dos conjuntos de metadados sobre publicações em periódicos disponíveis da base de conhecimento IEEE Xplore(r) Digital Library. Como estratégia de busca, utilizou-se na interface de busca avançada os termos ‘Data Collecting’, ‘Data Collect’ e ‘Data Gathering’, concatenados pelo operador booleano ‘OU’. Foram recuperados dados sobre 2.278 publicações e a amostra foi delimitada aos artigos publicados em periódicos científicos entre os anos de 1954 e 2018, totalizando 281 publicações. Para cada artigo, foi coletado o conjunto de referências na forma de documento HTML. Sobre o conteúdo obtido foi aplicado um algoritmo para a conversão das referências de HTML para CSV e a serialização das referências para o padrão de estilo IEEE Editorial Style.
Foram processadas 5.867 referências e identificados 8.267 autores, sendo descartadas 270 referências por estarem fora do padrão. Aplicou-se a Lei do Elitismo de Price para a delimitação do corpo de autores nas análises de citação e cocitação, totalizando 91 autores, número este que foi arredondado para 94 para contabilizar mais 3 autores que possuíam o mesmo número de citação do 91º autor.
Posteriormente, aplicou-se um algoritmo para a geração das matrizes i) citados e citantes e ii) de frequência absoluta de cocitação. A partir destes dados, a identificação de informações sobre nacionalidade e associação institucional foram obtidas por processamento manual. Foram calculados os indicadores de rede social: i) Densidade da Rede, representando a intensidade de relacionamentos entre autores da rede e ii) Centralidade de Grau, representando o número de ligações incidentes em um autor.
A análise dos dados resultou em uma Densidade de Rede no valor de 3,20 e desvio padrão amostral de 3,34, ou seja, cada pesquisador têm aproximadamente 3 relacionamentos com pares da rede; e Centralidade de Grau no valor de 20,93%, demonstrando dispersão, com cada vértice possuindo 20,93% de probabilidade de receber alguma interação da rede. A dispersão está associada com a amplitude do domínio analisado, pois coleta de dados é um tema recorrente em diferentes áreas do conhecimento, mas aderente ao contexto de publicação dos periódicos da IEEE.
Ao analisar a Centralidade de Grau dos autores individualmente, é possível observar uma relação com a quantidade de citações recebidas, uma vez que os 13 principais autores do índice de Centralidade de Grau são também os mais citados, representando 25,16% de todas as citações recebidas da rede. Neste grupo, foi identificado uma média de 7,69% de representatividade de cada autor no total de citações, com amplitude variando entre 6,12% e 11,76%.
Conclui-se que a temática apesar de amplamente citada apresenta um núcleo estadunidense, ligado às instituições UC, USC e MIT.

Palavras-chave: Coleta de Dados. Análise de Domínio. IEEE.

Autores

  1. Fernando de Assis Rodrigues
  2. Fábio Mosso Moreira
  3. Ricardo César Gonçalves Sant’Ana

Texto completo

  1. X EIICA
  2. Research Gate

Dr. Fernando de Assis Rodrigues é pesquisador na Universidade Estadual Paulista, Brasil.

Leave a Reply